Eu tenho recebido muitas mensagens de pessoas que passam por esta situação: “Estou com câncer… e agora?”. Isso mexe muito com meu coração. Sou completamente apaixonada por atender pacientes oncológicos há muitos anos. Então, por essa razão, decidi abrir um grupo no facebook para trocarmos experiências sobre esse assunto.

Pela minha experiência profissional, poucas coisas na vida assustam tanto quanto um diagnóstico de câncer. É como um terremoto ou uma forte tempestade. A única certeza que a pessoa tem é que a vida nunca mais será a mesma.

Infelizmente, poucos serviços de atendimento ao paciente oncológico contam com o suporte de profissionais da psicologia, tanto nesse momento inicial como durante todo o tratamento. Nos locais onde existe esse atendimento, os pacientes costumam reagir muito melhor à notícia, aderem mais ao tratamento e lidam de forma mais positiva com todo o processo pelo qual irão passar.

Tenho algumas sugestões a dar, sendo que a primeira delas é: não vá fazer buscas no google sobre os nomes técnicos que estão no seu exame. Nem todas as informações que você encontrar são fidedignas, cada caso é um caso e só um médico oncologista é quem poderá dar uma opinião adequada a você. Mas se, por acaso, você não se sentir seguro(a) com o que o médico te disser, busque uma segunda e até mesmo uma terceira opiniões, mas não mais que isso, senão ao invés de clarear as coisas pode é causar mais confusão na sua cabeça.

Quero participar do grupo no Facebook “Estou com câncer. E agora?”

Faz toda a diferença do mundo quem são os profissionais que vão cuidar de você! Em primeiro lugar, é fundamental que haja empatia, que você goste do(a) médico(a), que ele te dê espaço para perguntar, que explique numa linguagem acessível tudo o que você quiser saber. Obviamente a qualidade técnica do profissional é imprescindível, ele tem que ser um bom médico(a), mas estou falando de algo além disso. Falo de humanidade, de simpatia, de respeito e consideração pelo paciente. Esse profissional vai te acompanhar por meses e até anos, então a sintonia entre vocês é importante.

Se ele tiver uma equipe multiprofissional, melhor ainda, porque esses profissionais provavelmente falam entre si, trocam informações sobre o paciente e podem oferecer um tratamento mais completo. Mas se não houver uma equipe, procure você mesmo(a) ter sua equipe de apoio.

Considera-se que alguns profissionais são fundamentais para formar essa equipe. São eles: enfermagem, fisioterapia, nutrição, psicologia e outros, dependendo do caso. Em cânceres de cabeça e pescoço, por exemplo, a fonoaudiologia é muito necessária. Para apoio quanto a questões legais e sociais o serviço social também e assim por diante.

Se em seu município não há esses profissionais na rede pública e você não tem condição financeira para contratá-los ou não tem plano de saúde, busque o Ministério Público e faça sua solicitação, explique sua necessidade. Os promotores são preparados para auxiliar os cidadãos em suas necessidades e podem conseguir esses atendimentos para você.

Quero participar do grupo no Facebook “Estou com câncer. E agora?”

Não tenha medo de procurar sua equipe quando sentir necessidade. Tendo cuidado, claro, com horários e dias. Não é legal ficar importunando, mandando mensagens em finais de semana e horários impróprios, a menos que o profissional tenha dito a você que poderia fazê-lo. Mas nos horários comerciais, procure sempre que sentir necessidade.

Uma última sugestão: não tire conclusões precipitadas! A nossa mente é capaz de milhões de pensamentos em alguns minutos. Não permita que só pensamentos ruins tomem conta dela. Eu sei que você se sente assustado(a), que tem medo do futuro, que tem muitas incertezas, mas se você alimentar pensamentos negativos, tudo isso pode piorar.

Procure pessoas otimistas, de bem com a vida, que possam te passar mensagens de força, fé e esperança.

Vale parentes, amigos, líderes religiosos, pessoas que você respeita e em quem confia. Busque neles o apoio nesse e em todos os momentos que sentir necessidade. E, se possível, comece um acompanhamento psicológico o quanto antes. Vai te ajudar em todos os momentos do tratamento.

Se você quiser participar, ou conhece alguém que poderia se beneficiar dele, não guarde essa mensagem só pra você, compartilhe. Pode fazer muita diferença na vida de alguém. Se quiser sugerir assuntos para postagens e textos, será um prazer.

Anúncios