Me contaram uma história de uma pessoa que prestando atenção no que uma amiga falava ou escrevia, sentiu-se ofendida por achar que o “recado” era para ela.

Me lembrei de uma fala dos antigos que dizia assim: não  estou falando para ninguém, mas se a carapuça serviu…

Então, na vida muitas vezes as pessoas falam coisas que não nos dizem respeito, mas acabamos “vestindo a carapuça” por nos identificar com o que foi dito.

E é preciso tomar cuidado para não sair vestindo carapuças em toda parte, arrumando encrenca, afastando amigos, até mesmo se isolando, por sempre ver críticas destrutivas nas outras pessoas.

Mas afinal, qual é o nosso grande problema com as críticas?

Gente, nenhum ser encarnado nesse planeta é perfeito! Todos erramos (e muito!), fazemos bobagens, pisamos na bola, falamos o que não devíamos etc.

E só através das críticas é que podemos crescer, evoluir, modificar a nós mesmos.

Eu gosto muito de receber críticas. Aprendi com uma professora que quem me critica está me prestando um serviço de auditoria gratuito, então eu devo ser grata a essa pessoa.

Eu posso até refletir sobre o que foi dito e concluir que não corresponde à verdade, mas devo, pelo menos, pensar a respeito. E se fizer sentido, tentar me melhorar naquele aspecto.

Vale pensar que só não mudam os inanimados, porque tudo que é vivo está em constante mutação.

Que a gente aprenda com as críticas e mude pra melhor!
carapuca

Anúncios