Para mim, uma criatura que ri praticamente o tempo todo, essa pergunta soa muito estranha, mas já ouvi de algumas pessoas na vida. Acredite!

Pois é. Cada um tem seu jeito de ser. Eu, sou viciada em sorrisos e gargalhadas, mas há quem ria pouco e também quem não ria nunca. Quem nunca tenha soltado uma boa e sonora risada em sua vida. A princípio são apenas modos diferentes de encarar a vida, mas você sabia que o riso faz muita diferença em sua saúde?

Cada vez que uma pessoa sorri, ela emite uma mensagem a seu cérebro, dizendo que está tudo bem com ela, que a vida é boa, que ela vale a pena ser vivida e, por isso, seu corpo deve estar funcionando muito bem, então ele deve zelar por isso. O cérebro, que é muito obediente, toma providências elétricas, físicas e químicas, gerando bem estar e fazendo com que o sistema imunológico dessa pessoa se fortaleça. Consequentemente, toda a saúde dela se beneficia.

Para quem necessita de explicações científicas, o  cérebro, envia ordens ao hipotálamo, para sintetizar as endorfinas, mais precisamente as betas endorfinas, que são substâncias analgésicas similares às morfinas, mas com potência analgésica cem vezes maior. As betas endorfinas melhoram a circulação, a pressão arterial, relaxam os vasos, melhoram as defesas orgânicas contra infeções e alergias.

Além disso, o riso permite um relaxamento dos músculos da face e do corpo como um todo, que ajuda a normalizar a respiração. Isso ameniza a descarga de adrenalina no organismo e permite uma descarga de endorfinas, de modo que haja uma proteção vascular contra anginas, infartos, derrames e outras doenças vasculares.

Agora que você já comprovou os efeitos do riso, dá pra entender qual é a graça de rir, não é? Mas pode estar se perguntando: tudo bem, eu entendi que rir é bom e pode me fazer bem, mas como eu posso introduzir mais alegria em minha vida? E eu vou te dar algumas dicas que podem ajudar:

1 – É importante que você se permita ser alegre, rir, gargalhar, ver graça nas coisas. Se algum dia te ensinaram o contrário, tente repetir para si mesmo que isso não corresponde à verdade e que o fato de levar a vida com bom humor não significa que você é menos sério(a), responsável ou cumpridor(a) dos seus deveres;

2 – Experimente começar o dia sorrindo. Se te ocorrer que não tem razão para sorrir, eu te digo que ter acordado significa estar vivo e essa já é uma excelente razão para ser grato e sorrir!

3 – Não perca nenhuma oportunidade de dar risadas. Assista comédias ( de preferência todos os dias), ouça músicas e programas bem humorados no rádio sempre que possível, evite assuntos pesados e negativos, seja com outras pessoas, consigo mesmo ou até na mídia. Mau humor e negatividade são altamente contagiosos, fuja deles!

4 – Até nas piores horas, tente encarar com bom humor. Tenho um amigo que sofreu um acidente, estava muito machucado e iria ser submetido a uma grande cirurgia de emergência. Foi preciso fazer uma lavagem intestinal e a enfermeira disse a ele: relaxe a entradinha. E ele, fazendo piada: entradinha não, isso sempre foi saída! E os dois caíram na risada. A cirurgia foi um sucesso e ele está vivo até hoje para contar os casos dos infortúnios que viveu sempre rindo de si mesmo.

5 – Sempre que possível, conviva com pessoas que também são bem humoradas. Marquem sessões de piadas, combinem de assistir programas de humor, de contar casos mentirosos e outras coisas que sejam divertidas a você.

À medida que você for incorporando a alegria e o riso em sua vida, não só a sua saúde vai melhorar, mas também as suas relações afetivas, sociais e até mesmo no trabalho/estudo. A vida pode e deve ser levada de forma positiva e alegre!

rir e o melhor remedio

Anúncios