Busca

Andréa Thomé Psi

Psicóloga, professora, espiritualista e apaixonada por cuidar de pessoas. Quero compartilhar vida com você!

Desafio da Positividade !

 

 

11229899_901779873224945_4004193368337595244_n

 

 

Nosso pensamento tem o poder de modificar nossa vida.

Queria propor um desafio. Por 4 dias vamos tentar focar nosso pensamento em algo positivo e perceber o que acontece.

Topam?

Vamos começar com a gentileza. Tentando perceber a gentileza que ocorre a nossa volta e também ser mais gentis com os outros seres.

Se você quiser me contar como está sendo, vou ficar muito feliz!

Aqui ou por e-mail: andrea@andreathomepsi.com

Toda semana eu publico textos sobre Psicologia e qualidade de vida, para receber sempre que for publicado, cadastre seu email: www.andreathomepsi.com

‪#‎psicologia‬ ‪#‎terapia‬ ‪#‎psicoterapia‬ ‪#‎façaterapia‬ ‪#‎motivação‬ ‪#‎escolhas‬ ‪#‎reflexão‬ ‪#‎felicidade‬
‪#‎bambu‬ ‪#‎saúde‬ ‪#‎qualidadedevida‬ ‪#‎compartilhar‬ ‪#‎vida‬
‪#‎alegria‬ ‪#‎gentileza‬ ‪#‎viverbem‬ ‪#‎goiania‬ ‪#‎refletir‬ ‪#‎amor‬ ‪#‎paciência‬ ‪#‎cuidado‬ ‪#‎cuidar‬ ‪#‎sonhar‬ ‪#‎viver‬ ‪#‎natureza‬ ‪#‎serenidade‬ ‪#‎estresse‬ ‪#‎calma‬ ‪#‎autoconhecimento‬ ‪#‎positividade‬

Anúncios

Florais

11954783_883966081672991_9112341412322479497_n

Você conhece os florais?

São essências extraídas de flores, que possuem características capazes de restaurar a saúde orgânica das pessoas.

Não sao medicamentos, por isso podem ser usados por qualquer pessoa, independente da idade, estado de saúde ou medicações que tome, desde que prescritos por terapeuta floral habilitado.

Os florais agem sobre os corpos físico, mental e espiritual, promovendo uma harmonia e melhora do ser como um todo.

Existem vários tipos de Florais, sendo que os mais conhecidos são de Bach.

Eu trabalho com Florais de Saint Germain, que utiliza flores brasileiras, como ipê, algodão, limão, alho, cidreira etc.

Se você quiser saber mais, agende uma consulta. 62 – 32120671.

Estresse !

10710538_883321111737488_2915061881086541942_n

Como anda seu nível de estresse?

Você sabia que pessoas que vivem muito estressadas tem uma qualidade de vida pior?

Há vários fatores estressantes em nosso dia a dia, especialmente nas grandes cidades, mas eles não são determinantes para que uma pessoa seja ou não estressada.

Você pode encontrar formas de lidar com o estresse de maneira mais saudável e, com isso, melhorar sua vida como um todo.

Vários fatores podem ajudar, como meditação, prática de exercícios físicos, boa rede de apoio social (familia, amigos), exercício da religião etc.

E um profissional que pode te auxiliar muito nesse equilíbrio é o
Psicólogo. Uma pessoa que estudou muito, que faz a sua própria terapia e se dispõe a te ajudar nesse processo.

“Só se vê bem com o coração.”

11896022_879009862168613_8294261021350267959_n

Ontem fui ao cinema assistir “O Pequeno Príncipe”. Me encantei!

Eu nem sei que idade eu tinha quando li esse livro pela primeira vez. Nem quantas vezes eu já o li. São muitas, muitas vezes, a ponto de saber de cor.

São tantas lições bonitas, tanta sabedoria dita de forma simples, que achei difícil separar uma só frase para colocar aqui, mas esse é dos meus trechos favoritos.

“Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos.”

E coração fala ?

11933440_878576598878606_8832736900236806777_n

Fala! Mas é preciso saber escutar.

Ontem minha terapeuta me perguntou se tenho dado ouvidos a meu coração.
Confessei que nem sempre. Que na maioria das vezes venho tentando me guiar pela razão.

E fiquei refletindo sobre isso. Em como é fácil nos perdermos nos labirintos da razão e simplesmente ignorar o que nosso coração tem a dizer.

E isso não é nada bom para nós mesmos. Não é bom para as decisões que tomamos, pois elas devem se basear em ambas as esferas: emocional e racional, em consenso.

Já dei um jeito de me conectar com meu coração e ouvir o que ele tem a me dizer.

E você, tem dado ouvidos a seu coração?

Onde você quer chegar?

Mude !!!

11885153_876878585715074_1617374464605393147_n

Se você não está satisfeito(a) com algo em sua vida, experimente mudar sua perspectiva.

Tente pensar em uma pequena mudança que você possa fazer nesse momento para alterar isso.

Muitas vezes não precisa ser algo grandioso, pesado, mas apenas significativo.

Só depende de você.

unnamed

Todos nós temos a tendência a nos acomodar a situações, mesmo que não sejam agradáveis ou satisfatórias.
A isso se chama zona de conforto, mas há também um des-conforto, no sentido de que muitas vezes nos acomodamos em sofrimentos conhecidos.
Já ouvi muitas mulheres dizendo que estavam profundamente insatisfeitas com seus casamentos, mas trocar de marido seria trocar de problema e elas preferiam ficar nos problemas conhecidos.
Muitas pessoas se acomodam em empregos, trabalhos e cursos que também não gostam, mas também não se animam a mudar, pela incerteza do futuro.
E assim muitas situações que nos causam um certo incômodo, mas não tão grande a ponto de estimular à mudança.
É importante que você perceba que ninguém, por mais que te ame, por mais que queira te ajudar, por mais que tenha boas sugestões a te fazer, vai conseguir te tirar dessa zona de des-conforto.
A iniciativa para as mudanças só depende de você! A partir daí sim, muita gente pode te ajudar a continuar.
E muitas vezes, embora pareçam difíceis e até impossíveis as mudanças, elas se tornam tranqüilas e fáceis desde que você decida.
Não há garantias, é verdade. Não posso afirmar que você vá ser mais feliz ou mais bem sucedido(a) caso escolha mudar. Mas posso garantir que você será mais forte, mais autoconfiante, com uma melhor autoestima, o que em si já é uma melhora.
Experimente! Há quem diga que a vida  começa no final da sua zona de conforto.

11891124_874569609279305_6510636800077290153_n

Há circunstancias na vida em que certas coisas levam a crer que algo não vai dar certo, que é inacessível, que não é o momento correto, que é muito difícil, que você não precisa, que você está se empenhando em vão ou qualquer outra “razão” que te leve a abrir mão, a desistir.

A razão pode ser enganadora. É muito fácil tecer argumentos contra ou a favor de algo.

Nesses casos, consulte seu coração.

– Essa coisa faz seu olho brilhar?
– Tem um valor especial pra você?
– Você sorri ao pensar em ter isso?
– Você consegue imaginar seu futuro sem isso?

– É fácil substituir por outra coisa?

– Se você desistir, se sentirá feliz e aliviado ou pesaroso e com medo de ter feito bobagem?

Essas e outras perguntas podem te ajudar a saber o que seu coração sente a respeito.

Siga seu coração, ele é muito mais sábio que qualquer argumento inventado pela razão.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑